Left e Bia Berry protagonizaram o concerto no ibis Parque das Nações

Left e Bia Berry protagonizaram o concerto no ibis Parque das Nações

327

O segundo concerto ibis music em Portugal foi protagonizado por Left e Bia Berry, no hotel ibis Parque das Nações

A fasquia estava muito alta para este segundo concerto “ibis music” que ontem (23) animou o ibis Parque das Nações, com Left e Bia Berry a deram provas do seu talento e paixão pela música ao vivo, no cenário daquela unidade hoteleira.

O concerto de ontem foi a segunda atuação do programa internacional ibis music em Portugal, desenvolvido pela marca hoteleira para apoiar e promover talentos emergentes locais em 17 países. Com a vibração da música em direto a sentir-se no ambiente, e o público rendido às duas propostas musicais apresentadas, o hotel abraçou as duas atuações com o mesmo entusiasmo com o qual o programa ibis nasceu.

Esta iniciativa faz parte da missão da ibis, levar a paixão da música aos seus hotéis, onde hóspedes e convidados puderam comprovar a boa saúde que respira a música portuguesa, nas cerca de duas horas de música exibidas no bar do hotel, espaço reservado para o concerto, que ficou completo.

Eram perto das 19:00h quando o Diogo Dias, apresentador do evento, convidou António Graça, cantor, produtor e compositor de LEFT para subir ao palco. De sorriso na cara e acompanhado de Miguel Laureano nas teclas e Miguel Garcia na guitarra, o artista de 24 anos abriu a tarde com o tema “Velvet Gun”. O público, tanto o que ainda permanecia sentado, como o que já assistia ao espetáculo de pé, contagiou-se com a energia que António transmitia logo com os seus primeiros acordes. Seguiram-se os temas “Confident” e “Part of you” alternados com confissões que caracterizavam Antonio Graça como um melancólico que se inspirou em diversas etapas espirituais, como a autoconfiança ou a saudade, para a composição das suas letras. E segurança não lhe faltou: movendo-se pelo cenário com grande desenvoltura, António Graça interagiu com o público e agradeceu a oportunidade à marca ibis e.

A segunda parte do concerto correu a cargo da joveníssima e talentosa Bia Berry, quem além de uma notável voz, demonstrou o seu enorme dom para escrever e criar melodias. O público do hotel ibis Parque das Nações teve a oportunidade de apreciar a expressividade musical desta artista através de alguns temas já conhecidos como “Goodbye my friend”, outros recentemente lançados como “Bitterweet” (o seu último single), ou o apresentado pela primeira vez no cenário ibis music, “The wrong flower”. Um privilégio para os ali presentes, arrepiados com a inconfundível voz e intensidade com as que Bia transmitia as suas emoções no palco. Durante cerca de meia hora e acompanhada de cajon e teclado, a artista nascida em 1998 revelou-se confiante em vários estilos musicais, e surpreendeu com um tema entre o soul e o hip-hop, titulado “The Ride”. Numa conversa final da cantora com o Diogo Dias, esta falou da música como a sua maneira de expor sentimentos e adiantou que o seu novo EP será lançado ainda este ano.

Calorosas salvas de palmas não faltaram a ambos artistas, cujos projetos foram aclamados pela sua grande maturidade por parte do apresentador do evento. Em palavras da Laura Alves, brand marketing manager e responsável pelo projeto em Portugal, “A ibis é uma marca democrata, que acolhe a todo o mundo e por este motivo fomenta este tipo de ações”.

A música é uma maneira de relacionar-se e partilhar emoções e que se torna ainda mais forte quando viajamos, e a posição da marca ibis demonstra como as viagens, a hospitalidade e a música estão intrinsecamente ligadas. Para além disto, os concertos do programa ibis music são realizados por artistas emergentes, sendo o objetivo da marca apoiar os novos talentos musicais de cada pais.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


CAPTCHA Image