Home | VIAGENS | Setor de Viagens | Agência Europeia defende a reabertura de Fronteiras
Agência Europeia defende a reabertura de Fronteiras
Agência Europeia defende a reabertura de Fronteiras

Agência Europeia defende a reabertura de Fronteiras

A reabertura das fronteiras da União Europeia (UE) a partir de 01 de julho, dará “confiança às pessoas” para voltar a procurar viagens aéreas, assegura a Agência Europeia para a Segurança da Aviação.

“Quando os decisores políticos optarem por abrir as fronteiras, isto vai significar um nível de confiança dos governos e das autoridades sanitárias, vai ser uma enorme ajuda para recuperar a confiança das pessoas para viajar”, afirmou o diretor executivo da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA), Patrick Ky, em entrevista à agência Lusa.

Numa altura em que o setor da aviação tenta retomar a sua atividade após uma suspensão de quase três meses devido às restrições às viagens para conter o surto de covid-19 na UE, aquele responsável afirmou que “o primeiro passo é sempre a decisão política de abrir as fronteiras” do espaço comunitário.

Os cidadãos podem começar a confiar “que quando uma pessoa viaja de um local para outro não corre o risco de ser infetada pelo vírus ou de infetar outros”, desde que sejam adotadas as devidas medidas sanitárias, justificou Patrick Ky.

Fonte: Lusa

Share this:

About REDAÇÃO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

www.podopharm.pt
x

Check Also

As famílias serão prioritárias quando for seguro viajar

As famílias serão prioritárias quando for seguro viajar

A avaliação da Airbnb sobre as potenciais mudanças que a indústria de viagens enfrenta em 2021, concluiu que enquanto a pandemia estiver presente e limitar as deslocações, as viagens serão vistas como uma forma de restabelecer a ligação com entes queridos, através de um turismo mais familiar e íntimo, tendo sempre como fator principal, a segurança.

A Ryanair viola o Código de Trabalho de forma grosseira

A Ryanair viola o Código de Trabalho de forma grosseira

A Ryanair está a ser acusada de violar o Código do Trabalho, por ter iniciado um despedimento coletivo na base do Porto, ao mesmo tempo que promove cursos de formação para novos tripulantes.

A Ryanair faz donativo para "Renaturalizar Monchique"

A Ryanair faz donativo para “Renaturalizar Monchique”

A Ryanair contribuiu com 250 mil euros para a renaturalização da serra de Monchique, como parte da sua iniciativa para Compensar as Emissões de Carbono, somando assim 500 mil euros em contribuições para o projeto.

Translate »