Home | VIAGENS | Setor de Viagens | As famílias serão prioritárias quando for seguro viajar
As famílias serão prioritárias quando for seguro viajar

As famílias serão prioritárias quando for seguro viajar

A avaliação da Airbnb sobre as potenciais mudanças que a indústria de viagens enfrenta em 2021, concluiu que enquanto a pandemia estiver presente e limitar as deslocações, as viagens serão vistas como uma forma de restabelecer a ligação com entes queridos, através de um turismo mais familiar e íntimo, tendo sempre como fator principal, a segurança.

Mais de metade dos viajantes prefere um destino doméstico ou mais próximo, em vez de visitar um destino internacional. Um em cada cinco viajantes quer que o seu destino esteja suficientemente perto para chegar confortavelmente de carro, cada vez mais pessoas prefere este meio de transporte.

A Airbnb, observou na sua plataforma, que as viagens mais populares se desviaram de destinos com distâncias superiores a 4800 km, em 2019, para locais mais próximos em 2020, entre 80 e 800 km.

“Assim que as pessoas perceberem que viajar é seguro, as viagens regressarão. Mas serão muito diferentes do período antes da pandemia. A viagem será vista como um antídoto para o isolamento e a desconexão. As pessoas não sentirão falta de tirar fotografias junto a monumentos ou de ficar em filas intermináveis para entrar numa atração turística. O que as pessoas querem é compensar o tempo perdido e passar tempo de qualidade com os seus entes queridos. O turismo de massas é na realidade uma forma diferente de isolamento: é anónimo, rodeado por outros viajantes e nunca experimenta realmente a essência e a cultura local de uma comunidade. O que as pessoas anseiam numa viagem futura é aquilo de que foram privadas: passar tempo inesquecível com a família e amigos”, escreve o CEO da Airbnb, Brian Chesky.

Share this:

About REDAÇÃO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

www.podopharm.pt
x

Check Also

A Ryanair viola o Código de Trabalho de forma grosseira

A Ryanair viola o Código de Trabalho de forma grosseira

A Ryanair está a ser acusada de violar o Código do Trabalho, por ter iniciado um despedimento coletivo na base do Porto, ao mesmo tempo que promove cursos de formação para novos tripulantes.

A Ryanair faz donativo para "Renaturalizar Monchique"

A Ryanair faz donativo para “Renaturalizar Monchique”

A Ryanair contribuiu com 250 mil euros para a renaturalização da serra de Monchique, como parte da sua iniciativa para Compensar as Emissões de Carbono, somando assim 500 mil euros em contribuições para o projeto.

O movimento turístico internacional caiu significativamente

Turismo: A Europa foi a segunda região mais afetada

O barómetro da Organização Mundial do Turismo (OMT), que ontem foi divulgado, refere que as chegadas de turistas internacionais caíram 65% no primeiro semestre, a nível global, tendo diminuído 93% em junho, face ao ano anterior.

Translate »