Home | VIAGENS | VIAGENS AÉREAS | Boeing 737 MAX autorizado a voar nos Estados Unidos
Boeing 737 MAX autorizado a voar nos Estados Unidos

Boeing 737 MAX autorizado a voar nos Estados Unidos

O regulador da aviação norte americana, autorizou a retoma dos voos do Boeing 737 MAX, que se encontravam suspensos, devido aos acidentes ocorridos com dois aparelhos da série, há cerca de dois anos.

Segundo o comunicado daquela entidade, “o design e a certificação do avião tiveram um nível sem precedentes de avaliações em todo o mundo. Os reguladores vão perceber que as alterações vão dar confiança para validar a segurança de voo do avião nos respetivos espaços aéreos”.

O avião só deverá voltar aos voos comerciais nos Estados Unidos, no final do ano, com a American Airlines, para outras paragens do globo, vai depender das avaliações dos diversos reguladores.

Segundo a Euronews, que tentou saber junto da Agência Europeia para a Segurança da Aviação, sobre a possibilidade do 737 MAX e a possibilidade de regressar aos voos nos céus europeus, tendo recebido a informação que “haverá uma longa lista de procedimentos a serem cumpridos, incluindo consultas e uma aprovação definitiva que poderá estar concluída o mais tardar no principio do próximo ano. Depois haverá procedimentos a serem aplicados pelas companhias aéreas”.

Share this:

About REDAÇÃO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

www.podopharm.pt
x

Check Also

A Airbus reduziu a produção para 40 aviões A320 por mês

A Airbus reduziu a produção para 40 aviões A320 por mês

A construtora europeia 'Airbus' anunciou na sexta feira, que vai manter o modelo A320, em produção reduzida, face ao contexto atual do mercado, prevendo passar de 40 aviões por mês, para 45 até final de 2021, um aumento mais lento do que os 47 inicialmente previstos.

Trump põe fim às restrições aéreas da Europa RU e Brasil

Trump põe fim às restrições aéreas da Europa, RU e Brasil

Donald Trump anunciou esta segunda feira (18), o fim das restrições à entrada no país, de viajantes originários da Europa, Reino Unido e Brasil, medida com efeitos a partir de 26 de Janeiro, quando já não é oficialmente, presidente dos Estado Unidos.

A easyJet altera as normas da bagagem de cabine

A easyJet altera as normas da bagagem de cabine

A 'easyJet' altera as normas de bagagem de cabine, a partir de 10 de fevereiro. A companhia anunciou hoje que os passageiros que viajem com tarifas standard, somente poderão transportar como bagagem de mão, uma maleta (45x36x20cm) que seja facilmente introduzida na parte dianteira do seu lugar, no avião.

Translate »