Home | TURISMO | Entidades | Comissão Europeia prevê turismo limitado, este verão
Comissão Europeia prevê turismo limitado, este verão
Comissão Europeia prevê turismo limitado, este verão

Comissão Europeia prevê turismo limitado, este verão

Thierry Breton o comissário europeu para o Mercado Interno, afirmou hoje que a Comissão está a trabalhar para facilitar as viagens na Europa ainda este verão, visando o “retomar da normalidade possível, respeitando as restrições em vigor”.

Estas declarações foram produzidas por videoconferência numa audição da Comissão dos transportes, durante a qual adiantou que está a trabalhar conjuntamente com outros comissários, para “tentar facilitar as viagens na Europa num futuro próximo”.

“Isto também nos permitirá reabrir, ainda que de forma gradual, as infraestruturas turísticas, para que os cidadãos, possam beneficiar da Europa”, acrescentou Thierry Breton.

Referindo-se à quebra nas receitas previstas pela Comissão para o setor turístico europeu, estas andarão “à volta dos 50% nos hotéis e restaurantes europeus, de 70% para operadores e agências turísticas e ainda de 90% para empresas de cruzeiros e de aviação”.

Segundo o comissário europeu, o assunto vai ser discutido na cimeira de líderes da próxima quinta-feira, esperando-se que pelo menos 20% do fundo europeu de recuperação económica, sejam alocados ao setor turístico, especialmente para a recuperação das pequenas e médias empresas, as mais afetadas.

“Caberá aos Chefes de Estado e de Governo, decidir como é que este fundo vai ser financiado, tendo em vista reconstruir a economia comunitária pós-pandemia”.

O executivo comunitário vai promover um “debate genuíno” sobre a recuperação do setor, numa cimeira europeia prevista para o final de setembro, anunciou Thierry Breton.

“Temos de reinventar o turismo do amanhã”, argumentou, observando que a pandemia “despertou a necessidade de ter um setor resiliente e reinventado, adaptado às realidades económicas, ambientais e tecnológicas”.

Thierry Breton manifestou a “ambição de manter a União Europeia como o maior recetor turístico do mundo, mas reinventando-o”, o que terá de passar por uma reestruturação do setor ao nível europeu, “para evitar realidades como o turismo de massa que já causou problemas em cidades como Veneza ou Barcelona”.

“Temos de ter um turismo sustentável, adaptado ao pacto ecológico europeu, que evite a sobrelotação e aposte na proximidade, temos de combinar os operadores tradicionais com os que são altamente tecnológicos”, afirmou.

Até lá, é preciso “lidar com esta crise sem precedentes” no setor turístico, assegurando que “todas as infraestruturas existentes se mantêm intactas”, referiu Thierry Breton.

Share this:

About REDAÇÃO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

www.podopharm.pt
x

Check Also

Turismo de Portugal: Novas Sessões do Programa BEST

Turismo de Portugal: Novas Sessões do Programa BEST

O Turismo de Portugal iniciou hoje, novas sessões de capacitação do Programa BEST – Business Education for Smart Tourism, na plataforma Microsoft Teams, assegurando a continuidade da resposta às necessidades de formação das empresas turísticas,. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição.

A OMT prevê quebras no Turismo na ordem dos 30%

A OMT prevê quebras no Turismo na ordem dos 30%

As restrições ao transporte aéreo que se verificam por todo o planeta, uma consequência da propagação do COVID-19, são um golpe muito significativo na economia mundial, com um impacto muito maior, nos países economicamente mais dependentes do turismo.

Turismo de Portugal lançou Turismo#PorTodos

O Turismo de Portugal lançou o movimento Turismo#PorTodos, iniciativa que inclui medidas para apoiar as empresas do setor, ajudar os turistas e ser relevante para os residentes no país, face aos enormes desafios que surgem devido à pandemia da COVID-19.

Translate »