O Algarve já é destino preferido para casamentos

O Algarve já é destino preferido para casamentos

156

O Algarve é cada vez mais procurado como destino para casar, com destaque para a preferência de britânicos e irlandeses, que escolhem a região para dizer o “sim”, atraídos pelo clima, pelas praias, pelos serviços e pela excelente relação qualidade-preço, mais-valias que conquistam os noivos.

Segundo a Associação de Turismo do Algarve (ATA), a região está a despertar um interesse crescente junto de quem procura um destino internacional para casar, com sucesso entre os noivos do Reino Unido e da Irlanda, com o Brasil e os EUA a surgirem como os mercados com maior potencial de crescimento, de acordo com informação recolhida junto de membros da ATA.

Face a este contexto, a Associação Turismo do Algarve (ATA), o organismo responsável pela promoção turística deste destino junto dos mercados externos, tem vindo a intensificar a sua aposta no produto “Casamentos”. Para além deste ano ter já marcado presença no Amour Forum, o principal evento europeu da indústria dos casamentos, que teve lugar em Viena no passado mês de fevereiro, a ATA tem vindo a promover visitas à região de wedding planners e outros operadores internacionais que trabalham este segmento, com vista a que estes possam acrescentar o Algarve ao seu portefólio de destinos. Paralelamente, a ATA acabou de lançar no seu site (algarvepromotion.pt) um conjunto de conteúdos específicos sobre o produto “Casamentos”, que se junta assim à restante oferta turística promovida nessa plataforma.

“Os casamentos e outras celebrações neste âmbito são segmentos com um enorme potencial para o Algarve”, afirma João Fernandes, presidente da ATA. “A região reúne um conjunto de atrativos que fazem dela um local de eleição para casar. A começar pelo clima e pelos cenários que proporciona: a possibilidade de realizar casamentos na praia ou em ambientes exteriores é cada vez mais apreciada. À multiplicidade de ambientes e às infraestruturas de excelência que o destino oferece, junta-se ainda a existência de todos os serviços e de profissionais especializados necessários para a organização do evento, o que permite dar resposta a todo o tipo de desafios”, explica. “Além disso, a oferta da região não se esgota na disponibilização de um local para realizar a cerimónia. O Algarve é capaz de oferecer toda uma experiência em torno do evento, que pode passar pela descoberta da gastronomia local, pela prática de atividades diversas durante a estadia – desde o golfe, aos desportos náuticos, passeios de bicicleta ou visitas culturais –, o que faz com o momento se torne memorável não só para os noivos mas também para todos os convidados”.

A todas estas mais-valias acresce a capacidade que o Algarve tem para oferecer uma relação qualidade-preço interessante, tornando-o um destino competitivo face a locais concorrentes como algumas regiões italianas e espanholas.

“Esta aposta que a ATA está a fazer na captação de casamentos internacionais é estratégica, na medida em que nos permite promover a região e todos os seus produtos, de forma complementar, junto de grupos (compostos pelos noivos, famílias e convidados) que, durante a sua estadia, estão predispostos a conhecer e a viver experiências autênticas”, defende João Fernandes. Por outro lado, este tipo de eventos contribui para o combate à sazonalidade, dada a procura que o destino regista, ao longo de todo o ano, não só para a realização de casamentos, mas também de outras celebrações dentro da mesma temática, como a renovação de votos ou a comemoração de 25 e 50 anos de matrimónio.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


CAPTCHA Image