Push4tourism propõe-se acelerar start-ups de Turismo - VIATURISTA Push4tourism propõe-se acelerar start-ups de Turismo - VIATURISTA
Push4tourism propõe-se acelerar start-ups de Turismo

Push4tourism propõe-se acelerar start-ups de Turismo

918

A Gesentrepreneur – que nos últimos cinco anos apoiou mais de 300 empreendedores no processo de criação de 200 projetos na área do turismo -, acaba de lançar o programa de aceleração push4tourism com o apoio do Turismo de Portugal, no âmbito da iniciativa FIT 2.0 – Fostering Innovation in Tourism 2021/22.

Este programa procura captar a atenção dos empreendedores já estabelecidos e que pretendam o apoio de uma equipa profissional que os capacite a conseguir chegar a uma fase de maior maturação e desenvolvimento. Os negócios candidatos devem ter ligação ao setor do turismo, um máximo de sete anos de atividade, um profissional a full-time afeto ao projeto e pelo menos um produto ou serviço com alguma tração no mercado.

O push4tourism, caraterizando-se por ser o mais recente programa de aceleração no Setor do Turismo, priorizará na sua atuação o crescimento e alavancagem dos negócios das startups incluindo, desde o primeiro momento, elementos catalisadores, aspiracionais e “facilitadores de ecossistema”, os quais funcionarão como verdadeiros elos de ligação entre as suas redes de contactos e os empreendedores participantes. Neste contexto, a concretização de negócios e projetos-piloto junto do sector Empresarial será uma força motriz deste programa, beneficiando da participação ativa da figura de Pusher – empresários que funcionam como verdadeiros Tinder offline para os negócios -, mas também de empreendedores e diferentes atores do ecossistema de negócios, com forte ligação ao mundo corporativo português e mundial (e em especial à indústria do turismo).

Acresce, ainda, que do ponto de vista operacional, os empreendedores selecionados irão poder usufruir, durante seis meses, não só do apoio proporcionado por mentores especializados no suporte à dinamização empresarial, mas também de parceiros locais (Incubadoras, Parques Empresariais, Centros de pesquisa e desenvolvimento, Municípios, Comunidades Intermunicipais, entre outros), que possibilitarão aos participantes uma integração eficiente e eficaz junto dos respetivos ecossistemas de empreendedorismo regionais.

O push4tourism está alinhado com os objetivos traçados pelo Turismo de Portugal no seu Plano de Ação Reativar o Turismo | Construir o Futuro, pretendendo contribuir para a gestão sustentável das empresas, enriquecimento e melhoria da experiência do turista, promoção de mobilidade inteligente e sustentável, adoção de uma gestão baseada em dados e otimização das operações de negócio das empresas.

Perante esta realidade é possível constatar que “Estamos numa época desafiante, na qual se espera que a pandemia comece a ficar para trás e que a economia comece a olhar em frente. Acreditamos, por isso, existir um clima de inovação que permite perspetivar serem as empresas mais bem preparadas que irão aproveitar as novas oportunidades e necessidades dos turistas/ clientes nacionais e internacionais. Focando a sua ação na alavancagem do negócio das startups, este diferenciador programa de aceleração permitirá às equipas participantes aumentar a tração dos seus negócios e, por conseguinte, tornando-os mais atrativos aos potenciais investidores” afirma Sérgio Póvoas, coordenador do programa Push4tourism. “Nesta fase, vamos selecionar 20 start-ups para processo de aceleração, através de critérios como inovação, sustentabilidade ou escalabilidade”, conclui.

Outra questão importante são os parceiros e o que podem aportar a este programa. Ainda de acordo como o citado responsável, “a lista está em atualização, mas posso desde já confirmar que iremos contar, para além do apoio inestimável do Turismo de Portugal, com o suporte institucional da Portugal Ventures, Faculdade de Economia da Universidade do Algarve, CinTurs, Universidade Europeia, Católica & Consulted Linked, entre outros. Por outro lado, do Sector Empresarial, já podemos avançar com a menção aos parceiros Central de Cervejas, Grupo Olivier, Azai Consultores (Colômbia), Proa (Angola) e à Fundo de Maneio (Açores), sendo que se encontram em vias de formalização a colaboração de outras prestigiadas entidades do mundo empresarial. É, pois, com muita expectativa e confiança que estamos em condições de transmitir que a Equipa da push4tourism está altamente comprometida com o sucesso das startups e que não vemos chegar a hora de colocar as mãos na massa”.

Share this:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.